Manoel Jr's Blog

dezembro 23, 2009

WSUS 3.0 SP2 no WS2k8 R2

Filed under: 2k8 R2, Informatica, Microsoft, Servidor, WSUS — Tags:, , — Manoel Jr @ 6:04 pm


Caso alguém esteja passando por dificuldade na instalação da Role Windows Server Update Service no Windows Server 2008 R2, é só baixar a versão WSUS 3.0 SP2.
Parece que o R2 foi distribuido com uma versão anterior do WSUS 3.0*, então é necessário baixar a versão mais nova, que é a SP2.

WSUS 3.0 SP2:

  • Detalhes.
  • Download.
  • * Fonte: Technet

    Anúncios

    outubro 20, 2009

    Livro sobre WS2k8 R2

    Filed under: 2k8 R2, Informatica, Microsoft, Servidor — Tags:, , — Manoel Jr @ 4:45 pm

    WS08-R2
    Aê pessoal! O Fabio Hara disponibilizou seu e-book de gratis sobre Introdução ao Windows Server 2008 R2

    Eu já baixei o meu… rs


    ws2k8r2

    fonte:
    Blog Fabio Hara

    setembro 3, 2009

    Aprendendo Windows 7

    Filed under: 2k8 R2, Informatica, Microsoft, Servidor, Windows7 — Tags:, , , — Manoel Jr @ 12:17 pm

    Essa foi muito legal!!!
    Aprendendo de forma bem fácil sobre as novidades Windows 7 e Windows 2008 Server R2.
    Cliquem nas indicações antes de terminar o vídeo, que será aberta uma nova janela com a respectiva explicação do conteúdo…

    agosto 12, 2009

    RSAT para win7

    Filed under: 2k8 R2, Cliente, Informatica, Microsoft, Windows7 — Tags:, , , — Manoel Jr @ 12:29 pm

    Atenção aos atualizados… 😀
    A versão RSAT (Remote Server Administration Tools) para Windows 7 já está disponível para download nas versões x86 e x64.
    O RSAT é uma ferramente de administração remota de servidores, que foi lançada inicialmente para o Vista em relação à administração do 2k8, e agora para o windows 7 para o 2k8 R2.
    Assim como a versão do RSAT do Vista, para instalar a versão para Windows 7, é necessária a desinstalação de versões anteriores, caso tenha instalado (RSAT para 2k8, qualquer dos Administration Tool Pack – 2k e 2k3).

    As tarefas que podem ser feitas com esta ferramenta:
    – Ver situação de instalação automática do Windows.
    – Executar o Best Practices Analyzer.
    – Ver ou modificar a situação Windows Customer Experience Improvement Program (CEIP).
    – Configuração de Relatório de erros do Windows.
    – Ver ou modificar informações do Firewall do Windows.
    – Ver e Gerenciar os papeis dos servidores.
    – Ver as configurações avançadas de segurança do Internet Explorer.
    – Gerenciamento de serviços.

    Tarefas que não podem ser feitas pelo RSAT:
    – Adicionar ou remover Roles, Serviços e Features.
    – Configurar o acesso remoto ao Desktop.
    – Configurar as propriedades de Sistema.
    – Verificar novas Roles.
    – Modificar opções de atualização automática do Windows.
    – Modificar configuração de rede.
    – Modificar o nome do computador ou domínio.
    – Modificar configurações avançadas do Internet Explorer.
    – Executar o Assistente de configuração de segurança, se o computador de origem for um 2k8 R2.

    Fonte:
    Descrição do RSAT
    Download do RSAT

    março 4, 2009

    Bizú – Atualização dos Clientes WSUS

    Filed under: Informatica, Microsoft, WSUS — Tags:, , , — Manoel Jr @ 7:36 pm

    Senhores, aqui vai um “bizú” para o WSUS em termos de comunicação dos clientes com o servidor WSUS

    Quando alguns clientes não aparecerem na console, ou não conectam com o WSUS e a ferramenta de diagnóstico Clientdiag.exe apresentar erro na checagem do “proxy”, verifique na GPO, em que na especificação do local (servidor) de onde irá baixar as atualizações, se o servidor está especificado com o nome completo, ou seja, o FQDN, como a imagem à seguir:

    Nome do servidor em FQDN: srv2k3-01.exemplo.local

    Forma de colocar o nome do servidor em FQDN:
    http://srv2k3-01.exemplo.local

    março 2, 2009

    Instalação de um novo domínio com o Windows 2003 server

    Filed under: Informatica, Microsoft, Servidor — Tags:, , — Manoel Jr @ 3:28 pm

    Criação básica de um domínio Windows 2003 server

    Para este artigo, considera-se um único Windows 2003 Standard ou Enterprise com instalação básica e nenhum recurso instalado.

    Antes de qualquer coisa, precisamos definir um IP fixo e com a configuração de DNS apontando para si mesmo, pois ele será o detentor da zona, exemplo:

    Propriedade TCP/IP

    Propriedade TCP/IP

    IP: 192.168.0.1
    MASK: 255.255.255.0
    DNS: 127.0.0.1

    Depois desta definição, podemos partir para um padrão de nome, caso ainda não o tenha definido. Em nosso caso, usaremos SRV2K3-X, em que X refere-se a um número, caso haja a intenção de acrescentar mais servidores.
    O nosso servidor principal terá o nome de SRV2K3-01.

    Propriedades de Sistema

    Propriedades de Sistema

    Existem três caminhos para a instalação de um primeiro DC (Domain Controler – Controlador de Dominio):
    1 – Instalar primeiramente o serviço de DNS através do “Adicionar e Remover Programas” e prepará-lo para depois instalar o AD (Active Diretory) promovendo-o à DC;
    2 – Instalar o DNS e AD através do Wizard no “Gerenciar o Servidor” que inicia automaticamente quando você instala um Servidor Windows, ou;
    3 – Fazer uma instalação parcialmente automatizada, em que seria a promoção do servidor à DC, e no meio da etapa de configuração, pedir para instalar o serviço de DNS.

    Como se pode observar, em todas as etapas, existe a necessidade do serviço de DNS. Isto se dá pela utilização do AD ao DNS como base para encontrar os objetos que lhe são referenciados, como: estações, servidores, DCs, etc…
    Sem um servidor DNS, não é possível instalar um AD!

    Neste artigo, como visa a instalação rápida e simples de um DC, faremos da forma mais rápida e fácil de aplicar, que será a primeira opção:

    Janela inicial de Gerenciamento de servidor

    Janela inicial de Gerenciamento de servidor

    Escolheremos “Adicionar ou remover uma função”:

    Início do wizard

    Início do wizard

    Avançar >

    Wizard para instalação do AD

    Wizard para instalação do AD

    Escolhemos “Controlador de domínio (Active Directory)”
    Avançar >

    Resumo do Wizard

    Resumo do Wizard

    Avançar >

    Logo em seguida, aparecerá uma outra janela que será para a configuração do domínio:

    Wizard de instalação do AD

    Wizard de instalação do AD

    Avançar >

    Como estamos instalando um domínio pela primeira vez, escolha a opção cuja a imagem se refere:

    Escolha de novo domínio

    Escolha de novo domínio

    Avançar >

    Escolha de Nova Floresta

    Escolha de Nova Floresta

    Avançar >

    Especifica um nome par ao novo domínio, que no nosso exemplo será “exemplo.local”:

    Escolha do nome do domínio

    Escolha do nome do domínio

    Avançar >

    Mas porque não “exemplo.com”? Porque se existir um domínio igual na internet, teremos problemas de resolução de nomes. Por exemplo, como o seu servidor DNS é o responsável pela zona de sua rede (exemplo.com), quando alguém quiser acessar o site “teste.exemplo.com”, (assumindo que não há qualquer registro referente à “teste” no seu DNS) sua solicitação não sairá de sua rede para a internet e lhe retornará um erro informando endereço inválido.

    escolha nome netbios

    escolha nome netbios

    Avançar >

    Escolha do local para armazenamento do arquivo do banco de dados do AD (ntds.dat), se não tiver algum motivo definido, pode deixar o padrão:

    Escolha Local do log

    Escolha Local do log

    Avançar >

    Pasta SYSVOL, que é usada para replicação e repositório de GPOs à serem aplicadas ao domínio:

    Local sysvol

    Local sysvol

    Avançar >

    Este é o momento em que deve-se escolher a opção para instalar o DNS

    Tela de requisição para instalação do DNS

    Tela de requisição para instalação do DNS

    Avançar >

    Escolha de compatibilidade

    Escolha de compatibilidade

    Avançar >

    Aqui se tem a opção de começar seu domínio com um de dois níveis funcionais.
    No geral, existem quatro níveis funcionais para um domínio Windows, que abrangem mais segurança e funcionalidades de forma ascendente:
    – Nível 2000 mixto: Neste nível, é possível interação entre as versões de Windows NT, 2000 e 2003, mas com algumas limitações, tanto de segurança quanto funcionalidades;
    – Nível 2000 nativo: Com o crescimento para este nível, agora é possível comunicação entre os DCs à nível de floresta, tendo como exemplo a habilitação do grupo universal, que interage entre os domínios;
    – Nível 2003 interim: Este nível se refere à uma rede que não possui Windows 2000, e sim NT com 2003.
    – Nível 2003 nativo: Neste nível (o último), existe a compactação na comunicação replicada entre outras vantagens.

    Em nosso caso, como não teremos qualquer Sistema anterior ao 2003, optamos pelo que já está marcado na imagem à cima.

    Senha para recuperação do AD

    Senha para recuperação do AD

    Avançar >

    Neste ponto, será escolhida uma senha para a conta local de administrador, para momentos de manutenção do AD num nível mais avançado, ou restauração de backup.

    Avançando, se dará o início das configurações do nosso novo DC

    Processo de configuração

    Processo de configuração

    Tela final do Wizard

    Tela final do Wizard

    Com esta tela, conclui-se a instalação e configuração básica do nosso domínio.
    Numa outra oportunidade, falaremos sobre configurações finas de um novo domínio, como a configuração da Zona inversa no DNS, configuração de Sites para futuras instalações de DCs, entre outras coisas…
    Abraço à todos